segunda-feira, 30 de Agosto de 2010

Pudim de Baunilha e Lima



Há alguns dias atrás, estava eu a ver o "Planet Food", quando apresentam esta receita. Fiquei cheia de vontade de experimentar e, neste fim-de-semana, resolvi fazer. Fica muuuuito bom!!! Depois de comer fica-se com um travozinho de lima na boca.

Para quem estiver interessado, aqui fica o link para o site do programa (tem receitas de todo o mundo):



Caramelo:
1/2 Chávena de Chá de Açúcar
3 colheres de sopa de Água

Deitar a água num fervedor e, quando começar a ferver, juntar o açúcar e mexer até dissolver por completo. Deixar, em lume brando, durante aproximadamente 10 minutos (até caramelizar, mas cuidado para não queimar!).
Deitar numa forma de pudim e reservar.

Nota: Como ficou ligeiramente queimado e achei pouca quantidade acrescentei mais caramelo do de compra.



Pudim:
2 latas de Leite Condensado
2 latas (do Leite Condensado) de Leite
3 Limas
1 Pau de Baunilha
6 Ovos

Num tacho, adicionar o leite condensado, o leite e a raspa (casca) das limas.
Cortar longitudinalmente o pau de baunilha e raspar as sementes que se encontram no interior com o bico da faca. Juntar as sementes e o pau ao preparado anterior.
Levar ao lume, durante 15 minutos, sempre a ferver, mexendo de vez em quando.

Bater os ovos numa tigela. Utilizando um passador, juntar um pouco do preparado anterior (a ferver) aos ovos, mexendo sempre para não cozerem. Adicionar o restante preparado (mexendo sempre).
Deitar na forma de pudim (com o caramelo) e levar ao forno, pré-aquecido a 180ºC, em banho-maria, durante 45 minutos.

Arrefecer no frio e desenformar (de preferência no dia seguinte).
.

segunda-feira, 23 de Agosto de 2010

Caipirão


A publicidade às vezes tem destas coisas... Depois de tantas vezes vermos o anúncio do caipirão, resolvemos experimentar. E não é que é mesmo bom!!!
A única falha foi o picador de gelo (que não tenho) e por isso usámos a 1,2,3, o que faz neve e não gelo picado, mas em breve essa falha será colmatada.
.
Procurei a receita na net e encontrei 2 versões (em vários sites fala de 3 limas por copo, no site do Licor Beirão fala de 1/2 lima. Como sou eu a fazer e tenho sempre de dar o meu toque, usei 1 lima por copo).
.
.
Para cada copo:
1 Lima
Gelo picado (a gosto - usei 5 cubos)
5 cl de Licor Beirão
2 Palhinhas pequenas (cortei uma grande ao meio)
.
Cortar as limas em fatias finas e esmagar no almofariz com a ajuda do pilão (as receitas dizem para esmagar no copo, mas eu achei melhor não o fazer - por questão de segurança do copo, hehe).
Deitar o sumo e as rodelas esmagadas para um copo.
Juntar o gelo picado e o licor.
.
Mexer com as palhinhas e beber!
.

domingo, 22 de Agosto de 2010

Pudim de Pescada





Olá a todos!!!
Já há muito tempo que não publicava nada, mas garanto que o meu regresso é em força e que vai valer a pena.

Hoje é o 2º Aniversário deste meu Blogue e por isso resolvi publicar uma receita que fiz nos anos do meu filhote e ficou simplesmente divinal. Então aqui fica (a receita original, da minha mãe, é ligeiramente diferente pois leva tomate de lata - bem escorrido, e não leva cenouras, espinafres e camarão). Atenção que este pudim deve ser preparado de véspera, para ser servido bem fresco.


5 Postas de Pescada (para cozer)
3 Tomates Chucha
2 Cenouras
250 g de Espinafres (congelados em folha)
150 g de Miolo de Camarão
Azeite
Alho em Pó
10 Ovos
Sal e Pimenta
1 colher de café de Fermento
Maionese
Margarina (para untar)

Cozer a pescada, retirar a pele e as espinhas, separar em lascas grandes e reservar.
Cozer as cenouras às rodelas finas e os espinafres e reservar.
Fritar o miolo de camarão com um fio de azeite e alho em pó e reservar.

Numa forma de buraco (bem untada com margarina), colocar metade da pescada. Por cima, colocar as camadas de cenoura e espinafres, tomate, camarão e a restante pescada.
Bater os ovos, com sal e pimenta, e cobrir o preparado anterior.
Levar ao forno bem quente, em banho-maria, durante 30 minutos.
Deixar arrefecer e guardar no frigorífico (idealmente de um dia para o outro).

No dia seguinte, desenformar e cobrir com maionese.
.

segunda-feira, 24 de Maio de 2010

Cogumelos Gratinados








Esta vida das redes sociais... ocupa-nos muito tempo! Mas aqui estou para partilhar mais uma receita que fiz há pouco tempo e que foi muito bem recebida pelo marido (os filhotes nem por isso...!).

4 Cogumelos Portobello
4 Fatias de Bacon
1/2 Cebola
1 Dente de Alho
200 g de Carne de Vaca Picada
Margarina
Azeite
Sal e Pimenta
Queijo Emental em Fios

Lavar os cogumelos e retirar os pés e as lâminas. Picar grosseiramente o pé e reservar tudo.
Cortar o bacon às tirinhas finas. Picar a cebola e o alho.

Numa frigideira, deitar um pouco de azeite e de margarina e refogar a cebola com o alho. Juntar o bacon e a carne picada. Temperar com sal e pimenta e deixar cozinhar.
Passados alguns minutos, juntar os pés e as lâminas dos cogumelos e deixar cozinhar mais um pouco.

Numa travessa de ir ao forno, colocar os cogumelos e rechear com o preparado anterior.
Cobrir com fios de queijo e regar com um fio de azeite.
Levar ao forno, pré-aquecido a 160ºC, durante 10 minutos (para o queijo derreter).
.

sábado, 8 de Maio de 2010

Molho de Tomate


Este é o outro molho, é um tradicional molho de tomate (a receita orginal acompanhava com ketchup, mas acho este molhinho muito melhor...!)
.
1/2 Cebola pequena
1 Dente de Alho
Azeite
200 ml de Polpa de Tomate
Oregãos
1 colher de chá de Açúcar
Sal
.
Picar a cebola e o alho e refogar com o azeite.
Acrescentar a polpa e os oregão. Juntar o açúcar e temperar com sal.
Deixar apurar e servir quente.
.

Molho de Iogurte e Salsa


Este foi um dos molhos que fiz para acompanhar as espetadas de picado.

1 Iogurte Natural
1 Dente de Alho
1 colher de sopa de Salsa picada

Picar o alho e misturar com o iogurte e a salsa.
.

Espetadas de Picado



Nestes últimos tempos não tenho publicado nada. Não é que não tenha coisas boas para partilhar, mas entre trabalho, filhos, casa, família e ginásio, o tempo não dá para tudo. Também há o Facebook e a organização de um jantar de antigos colegas de curso.
Mas agora estou aqui, e isso é que conta!

Esta receita já anda a aguardar publicação há algum tempo, mas como tudo, mais vale tarde que nunca!! Foi feita pelo maridão e pelo filhote mais velho e ficou boa (não é nada do outro mundo, mas a culpa não é deles, mas sim da receita original - "Espetadas de carne picada" do Chefe Hernâni Ermida). A receita sofreu uma pequena alteração porque eu achei que era chouriço a mais e por isso reduzi a dose.

100 g de Chouriço (250 g na receita original)
1 fatia de Pão de Forma sem côdea
150 g de Carne de Vaca picada
1 Dente de Alho
1 colher de sopa de Salsa picada
1 Ovo
Cominhos
Sal e Pimenta
3 colheres de sopa de Pão Ralado
3 colheres de sopa de Azeite
2 colheres de sopa de Vinagre
Espetos de madeira

Retirar a pele ao chouriço e picar na 1-2-3. Picar também o pão.
Colocar o chouriço e o pão picados numa tigela e juntar a carne, o alho picado e a salsa. Juntar também o ovo e os cominhos e mexer tudo muito bem até obter uma massa homogénea. Temperar com sal e pimenta.

Com a massa, formar bolinhas, passar pelo pão ralado e enfiar nos espetos.
Colocar as espetadas numa travessa de ir ao forno e regar com o azeite e o vinagre.
Levar ao forno, pré-aquecido a 220ºC, durante 15 minutos, regando-as de vez em quando com o molho.

Foram acompanhadas com molho de iogurte e salsa e com molho de tomate.
.

quinta-feira, 8 de Abril de 2010

Bacalhau com Natas e Camarão



Este bacalhau é uma variante de outro já publicado em tempos. É fácil e relativamente rápido de fazer. Foi um dos pratos que preparei no aniversário do maridão e foi muito elogiado por todos!
(Não adicionei nenhum tempero, nomeadamente sal, porque o bacalhau era salgado e foi o suficiente para temperar tudo).

6 Postas de Bacalhau (usei lombos)
2 Cebolas grandes
5 Dentes de Alho
Azeite
500 g de Miolo de Camarão
10 Batatas Médias
80 g de Margarina
60 g de Farinha (4 colheres de sopa bem cheias)
1 l de Leite
400 ml de Natas
Queijo Ralado Parmesão

Cozer o bacalhau, escorrer e reservar.
Fazer um refogado com a cebola cortada às rodelas, os alhos às fatias e o azeite.
Quando a cebola estiver transparente juntar o miolo de camarão e deixar cozinhar.
Retirar as peles e espinhas ao bacalhau e juntar as lascas ao refogado, mantendo em lume brando e deixando cozinhar durante alguns minutos. Reservar.

Descascar as batatas e cortá-las às fatias grossinhas.
Fritar em óleo (não tenho Actifry por isso tem mesmo de ser do modo tradicional!). Depois de fritas colocar sobre papel de cozinha para retirar o excedente de gordura. Reservar.

Preparar o molho branco, levando a margarina ao lume. Quando derreter, juntar a farinha e mexer bem com umas varas de metal. Adicionar então o leite e deixar ferver / engrossar (deve ficar grossinho, porque ao juntar as natas torna-se mais líquido), mexendo sempre.
Depois de cozinha, desligar o lume e juntar as natas. Reservar.

Numa travessa de ir ao forno, colocar o bacalhau no fundo. Por cima colocar as rodelas de batata e regar tudo com o molho branco.
Polvilhar com o queijo ralado e levar ao forno, pré-aquecido a 180ºC, até alourar por cima.

Acompanhar com uma salada.
.

terça-feira, 6 de Abril de 2010

Waffles





Finalmente comprei a maquineta de fazer waffles... e valeu bem a pena!
A receita usada, depois de muito pesquisar nos diversos blogues e ler os respectivos comentários, foi uma do Cozinheiro da Treta. Ficaram óptimas!!

Crème Fraîche:
200 ml de Natas
200 ml de Iogurte Grego
Sal (uma pitada)

Misturar tudo e bater até engrossar. Reservar.


Waffles:
200 g de Manteiga
200 g de Açúcar
4 Ovos
Crème Fraîche
200 g de Farinha (usei metade farinha metade Maizena)
1 colher de café de Essência de Baunilha (usei Açúcar Baunilhado)

Derreter a manteiga, juntar o açúcar e bater bem. Adicionar os ovos e continuar a bater.
Juntar este preparado ao crème fraîche e bater mais um pouco.
Adicionar a farinha (peneirei-a ao juntar à massa) e a baunilha, batendo sempre.

Depois é seguir as instruções da máquina, adaptando o resultado ao nosso gosto.
Aquecer a máquina no 5. Quando a luz piloto acender, deitar a massa nas duas bases, de modo a tapá-las por completo. Fechar a máquina e ir controlando o estado de cozedura até ficarem como desejado.
Testei vários tempos (nas instruções falam em 3 minutos) mas acabámos por aprovar os 9 minutos (ficam mais consistentes).
.

sexta-feira, 26 de Março de 2010

Tapas II



Estas são mais umas entradas que fiz para os anos do maridão. As tapas de alheira foram inspiradas numa receita que vi no blog da Luísa Alexandra.

Tapas de Alheira:
1 Alheira de Vinhais
1/2 Baguete
Azeite

Fritar a alheira em azeite (se rebentar não tem qualquer problema). Reservar.
Cortar o pão em fatias finas (aproximadamente 1 cm).
Colocar as fatias de pão num tabuleiro de ir ao forno e por cima de cada uma colocar um pedaço de recheio de alheira.
Regar com um fio de azeite e levar ao forno (180ºC) a gratinar.


Tapas de Tomate e Queijo II:
Estas tapas são uma versão alterada de umas que já publiquei há algum tempo. Não levam oregãos e são com pão em vez de tostas.

20 Tomate Cherry
1/2 Baguete
Queijo Mozzarella
Azeite

Cortar o pão em fatias finas (aproximadamente 1 cm).
Colocar as fatias de pão num tabuleiro de ir ao forno e por cima de cada uma colocar um tomate cortado ao meio.
Polvilhar com fios de queijo mozzarella e regar com um fio de azeite.
Levar ao forno (180ºC) a gratinar.
.

terça-feira, 23 de Março de 2010

Delícia com Panquecas


Esta foi a forma que eu encontrei de aproveitar as panquecas que tinham sobrado do dia anterior. É uma sobremesa calórica mas muito boa e... um dia não são dias!


2 Panquecas
1 pacote de Natas (200 ml)
2 Colheres de Açúcar
4 metades de Pêssego em Calda
100 g de Chocolate Culinário
50 g de Manteiga

Bater as natas (150 ml) até ficarem consistentes. Juntar o açúcar, bater mais um pouco e guardar no frigorífico, para que fiquem bem frescas.

Derreter o chocolate com a manteiga e no final misturar os 50 ml de natas, mexendo bem.

Com a ajuda do aro (que usei para enformar), cortar uma rodela de panqueca.
Cobrir com chantili. Cortar uma metade de pêssego em bocados pequenos e colocar por cima do chantili. Cobrir com mais chantili.
Cortar pequenos pedaços de panqueca e colocar por cima do chantili.
Desenformar e enfeitar com chantili e com chocolate.

Repetir a operação para "montar" as restantes doses.

Comer de imediato!
.

segunda-feira, 22 de Março de 2010

Panquecas II



Esta receita foi descoberta pela minha irmã no site da "Vaqueiro". Não são nada más, mas confesso que prefiro uns bons crepes...
.
300 g de Farinha
1 colher de sobremesa de Fermento em Pó
3 colheres de sopa de Açúcar
Sal
2 Ovos
2 dl de Leite
60 g de Margarina
.
Misturar a farinha com o fermento, o açúcar e uma pitada de sal.

Bater os ovos, juntar o leite e a margarina derretida.
Juntar à farinha e mexer bem com umas varas de arame, até obter uma massa lisa.
Aquecer uma frigideira (não muito grande) e deitar um fio de óleo.
Quando estiver bem quente, deitar 1 concha de massa, de modo a cobrir o fundo.
Deixar cozinhar durante 1 minuto aproximadamente e virar deixando cozinhar do outro lado.
Servi, mais uma vez, com chocolate.
.

quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2010

Lombinho de Porco Enrolado


Esta receita não tem muito que se lhe diga mas, mais uma vez, é uma maneira simples e boa de variar.
.
1 Lombinho de Porco
Sal e Pimenta
Alho em Pó
Vinho Branco (mais uma vez usei o champanhe que ainda tenho das festas...)
8 fatias de Bacon
Azeite
Margarina
.
Cortar o lombinho em pedaços mais pequenos e temperar com sal, pimenta, alho em pó e vinho. Deixar marinar por algum tempo.
Enrolar cada pedaço de carne com uma fatia de bacon e prender com um palito.
Colocar numa travessa de forno, regar com azeite e colocar umas nozes de margarina por cima.
Levar ao forno, pré-aquecido a 180ºC, até a carne alourar (depois de alourar de um lado, virei-a para que também ficasse lourinha do outro lado).
.
Acompanhei com umas batatas assadas no forno e com umas ervilhas salteadas com azeite e alho.
.

quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010

Carne Picada com Feijão preto


Esta é mais uma variação de feijão com carne picada. Mas o resultado, mais uma vez, foi muito bom!

600 g de Carne de Vaca Picada
Azeite
2 Cenouras
1/4 de Chouriço de Carne
3 Dentes de Alho
1 colher de sopa de Margarina
Sal
500 g de Feijão Preto (lata das grandes)
.
Cortar as cenouras às rodelas bem fininhas e refogar em azeite.
Juntar o chouriço cortado aos cubinhos, os alhos bem picados e a margarina. Deixar cozinhar durante alguns minutos.
Juntar a carne, temperada com sal, e deixar que esta fique bem cozinhada.
Juntar, por fim, o feijão e metade do líquido onde se encontra na lata. Deixar ao lume mais alguns instantes para apurar.
.
Servi com massa de lacinhos cozida em água com um fio de azeite e sal.
.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin